Salvador não terá Festival da Virada, confirma o prefeito Bruno Reis

O prefeito Bruno Reis (DEM) confirmou na manhã desta segunda-feira (29) que Salvador não realizará o Festival da Virada. O evento aconteceria no fim de dezembro deste ano e início de janeiro de 2022. 

A medida acontece após o sinal de alerta sobre a possível alta nos casos de Covid-19 no Estado. “Os números de óbitos só fazem cair. Só que num cenário de incertezas e dúvidas não há como realizar o Festival Virada esse ano para 200 mil pessoas, estamos tem um mês da festa e chegamos ao limite dessa decisão”, disse aos jornalistas.

“Sempre disse que íamos avaliar o que está acontecendo no Brasil e no mundo, como a pandemia está se comportando em lugares com índices diferentes de vacinação. No entanto, chegamos ao limite da decisão para o Réveillon e nós acreditamos que, diante de tudo o que estamos vendo, não é o momento de colocar em risco tudo o que construímos até aqui, sempre colocando a vida das pessoas em primeiro lugar. Fizemos um esforço grande para que Salvador chegasse aqui servindo de referência até mesmo para outras cidades, com uma série de medidas que foram copiadas Brasil afora, tanto de isolamento social, de flexibilização e de estratégia para avançar na vacinação”, completou.

O chefe do Executivo municipal ressaltou que Salvador apresenta hoje 91% de pessoas vacinadas acima de 12 anos com a primeira dose e 81% com a segunda dose acima de 18 anos. Neste momento, a capital baiana está imunizando, inclusive, pessoas de outras cidades, e com a 3ª dose todos acima de 18 anos.

Sobre o Carnaval, Reis informou que essa decisão será tomada junto com o governo do Estado e ainda não há uma definição sobre o assunto. 

Fonte: BNews

Recôncavo Web Tv, inscreva-se!

Facebook
WhatsApp