Papa deixa mensagem em defesa das mulheres e se desculpa com fiel que agarrou sua mão

Foto : Reprodução

O Papa Francisco celebrou a primeira missa de 2020 ocorrida na Basílica de São Pedro. Durante a cerimônia, Francisco criticou a violência contra a mulher  e a exploração de seus corpos por meio do “consumismo” e da “pornografia”.

 “As mulheres são uma fonte de vida. No entanto, são continuamente ofendidas, espancadas, violadas, induzidas a se prostituir e eliminar a vida que levam no útero”, disse o pontífice. 

Antes da tradicional oração do Angelus o chefe da igreja católica admitiu ter perdido a paciência com a fiel que agarrou  a mão dele na noite de terça (31/12) enquanto ele passava para cumprimentar os fiéis diante do presépio da Praça de São Pedro. “Muitas vezes nós perdemos a paciência. Acontece comigo também. Eu me desculpo pelo mau exemplo dado ontem”. Se desculpou o Papa.

Na ocasião, ele reagiu bruscamente, visivelmente indignado ele exclamou algo para a mulher e bateu duas vezes na mão da peregrina e conseguiu se soltar. Em seguida ele sai caminhando com dificuldades e se mantém mais afastado da multidão.

Fonte: Metro 1

Facebook
WhatsApp