Mulher é detida ao tentar trocar neto de quatro meses por bebida alcoólica em bar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Uma mulher de 38 anos foi detida durante a madrugada desta terça-feira (6) ao tentar trocar o neto, um bebê de quatro meses, por bebidas alcoólicas em um bar de Piracicaba (SP). A dona do estabelecimento que chamou a polícia. Na delegacia, o Conselho Tutelar foi acionado e o bebê levado para um abrigo.

Segundo a comerciante, que não quis ser identificada, a avó queria ir a uma festa. “Ela estava querendo trocar a criança, carrinho e um fardo de leite por bebida e uma festa”, relatou. “Ela queria desfazer da criança. Eu percebi que ela ia dar um fim na criança e entrei em casa para acionar a polícia.”

Quando os policiais chegaram, levaram a mulher e o bebê para a delegacia. A mãe da criança também foi chamada para prestar depoimento, mas não é ela que cuida do bebê, segundo familiares.

“A mãe da criança não é presente na criação, é mais a avó e as irmãs da mãe”, disse o policial militar Vitor Cavalvanti, responsável pela ocorrência. Depois de registrado o boletim da Polícia Civil, o Conselho Tutelar foi acionado e ainda durante a madrugada, o bebê foi levado para um abrigo.

“Ele vai ser acolhido por questões de segurança e amanhã a gente vai resolver no conselho”, explicou a conselheira Angélica Versa.

Bebê foi resgatado e entregue para o Conselho Tutelar de Piracicaba (Foto: Reprodução/EPTV)

Choque pela proposta

A dona do bar, que fica no bairro Água Branca, conta que ficou chocada ao ouvir a proposta da mulher.

“A criança é um anjo, é um servo ‘né’. Que defesa que ela tem?”

Segundo a comerciante, quando a avó do bebê chegou ao bar, ela já estava visivelmente embriagada, e mesmo assim queria beber mais. Como não tinha dinheiro pra pagar, simplesmente ofereceu o próprio neto em troca.

Ela lembra ainda que a mulher estava tão fora de si que falava até como queria que fosse a festa, sem se importar que estava entregando o neto a uma estranha.

“Eu tenho dois filhos pequenos aqui… e a mãe da gente é o protetor da gente ‘né’? Fazer isso a troco de quê? De bebida alcoólica?”, declarou a comerciante, ainda abalada pela situação.

Bebê ficará em abrigo

A avó do bebê e a mãe foram liberadas depois de prestar depoimento na delegacia de plantão. O caso foi registrado pela Polícia Civil como maus-tratos e vai ser investigado pela Delegacia da Mulher de Piracicaba. A criança segue no abrigo por tempo indeterminado.

Fonte: G1
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com