Michele Bolsonaro rebate críticas sobre vídeo em que comemora aprovação de André Mendonça: “intolerância religiosa”

A primeira-dama Michelle Bolsonaro se pronunciou, nesta segunda-feira (4/12), depois de receber uma série de críticas após comemorar a aprovação do do ex-ministro da Justiça e da AGU, André Mendonça, ao Supremo Tribunal Federal (STF). Michelle apareceu em um vídeo pulando, orando e “falando em línguas” e a situação repercutiu negativamente nas redes sociais. 

No dia do resultado da aprovação de André Mendonça, a primeira-dama fez uma publicação enaltecendo o agora Ministro do STF. “André Mendonça, nosso irmão em Cristo e, agora, Ministro do Superior Tribunal Federal. O nosso Deus é justo e fiel, cumpriu o que prometeu. Deus faz da forma dEle e ninguém pode impedir. Foi Deus quem te escolheu, meu irmão. Seja forte e corajoso”, disse ela na postagem.

“O que Michelle fez é fraude espiritual, engana trouxas”, disse um internauta. “Que legado vai deixar? Pular e falar língua de anjo, tá feliz pelo q gente?”, escreveu outro. “Que cena mais bizarra desse povo ajoelhado orando e a doida pulando”, falou outra pessoa. 

Nesta segunda-feira (6/12), a primeira-dama publicou uma imagem com a legenda “Michelle Bolsonaro vira chacota na web após comemorar aprovação de Mendonça”, disse que foi vítima de intolerância religiosa e citou um trecho biblíco:

“Usarei 1 Coríntios 2:10-14 para responder à intolerância religiosa e o desamor de muitos a meu respeito, por celebrar a vitória do meu irmão em Cristo André Mendonça. ‘Ora, o homem natural não compreende as coisas do espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente”, escreveu a esposa de Jair Bolsonaro.

André Mendonça foi aprovado pelo Senado com um placar de 47 a 32 votos. Ele é advogado e pastor e afirmou que sua vitória representa “um salto para os evangélicos”.

Fonte: Aratu On

Facebook
WhatsApp

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK

Últimas