Maurício Souza admite que pode ser candidato em 2022

O jogador Maurício Souza, que foi desligado do Minas Tênis Clube por fazer postagens homofóbicas nas redes sociais, admitiu pela primeira vez que pode ser candidato em 2022. O bolsonarista afirma que tem sido procurado por diversos partidos.

“Isso é uma coisa que não estava previsto, nunca me imaginei na política, mas estão me pedindo muito. Muitos partidos conservadores estão me dizendo que seria importante”, afirmou, em entrevista ao programa “Pânico”, da TV Jovem Pan, nesta segunda-feira (1º).

O atleta afirmou que precisa pensar sobre o assunto. “Tenho uma responsabilidade muito grande, em cada post que eu faço, cada entrevista que eu dou. Estou vendo o impacto direto que estou tendo nas pessoas. Hoje elas enxergam em mim esse exemplo. Tenho que pedir sabedoria pra Deus pra eu representar bem essas pessoas”, emendou.

A demissão de Maurício aconteceu após inúmeras polêmicas do atleta, que é apoiador do presidente Jair Bolsonaro. A mais recente delas aconteceu após uma postagem de teor homofóbico no Instagram. Maurício criticou a nova edição da história em quadrinhos do novo Super-Homem, em que o herói aparece beijando outro rapaz.

Internautas pressionaram os patrocinadores do Minas Tênis Clube, que cobraram um posicionamento mais severo contra o jogador. Diante da pressão, Maurício pediu desculpas em uma rede social com menor número de seguidores que o seu perfil original. Depois, após ser novamente criticado, gravou um vídeo de retratação.

Fonte: BNews

Facebook
WhatsApp