Homem é morto a tiros durante discussão em Salvador e suspeito é idoso de 96 anos

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp

Um homem de 34 anos foi morto a tiros, na tarde de de domingo (22), no Largo Dois de Julho, em Salvador, durante uma discussão com um idoso de 96 anos, que é o suspeito de efetuar os disparos. Um vídeo feito por um morador flagrou o crime.

As imagens mostram a vítima, Welton Lopes Costa, acompanhando da esposa, enquanto discute com o suspeito. O homem então segue andando, de costas para o idoso, quando os tiros são efetuados. Moradores contaram que o idoso é ex-policial.

O vídeo mostra também um dos irmãos da vítima questionando o idoso, após o crime. “Por que o senhor fez isso com meu irmão? É um pai de família, trabalhador. Você vai ficar aqui. Você está preso em flagrante”, diz o irmão de Welton.

A esposa de Welton, que estava com ele, também foi baleada, mas sem gravidade. Ela foi levada para o hospital, mas recebeu alta no mesmo dia.

De acordo com um dos irmão de Welton, identificado como Welbert, a discussão com idoso começou após ele se desentender com a esposa, momentos antes.

“A esposa dele trabalha na padaria aqui no bairro, e ela estava no turno de ontem. Como ela estava demorando para chegar, e eles já tinham um compromisso, eles iam sair, e as crianças estavam aguardando para o almoço, ele foi ver o que estava acontecendo, e viu que a padaria estava fechada. Quando ele olhou pra trás , ele viu ela na porta do bar. Já chateado porque ela estava demorando a chegar, ele foi até ela e começou uma discussão”, contou.

Após o crime, os moradores seguraram o idoso no local até a chegada da polícia. Não há informação, contudo, se o idoso permanece preso ou se foi liberado. A equipe de reportagem entrou em contato com a polícia, mas não foi respondido até a última atualização desta reportagem.

Ainda no domingo , moradores do bairro do Dois de Julho realizaram um protesto na frente à residência do idoso. Eles colocaram fogo em objetos e escreveram a palavra “assassino” no muro do imóvel.

“Ele tem histórico de ser violento, de ameaçar de atirar, até de ameaçar crianças, porque as crianças estavam subindo numa árvore que ele plantou. Ontem ele puxou arma para um morador de rua, porque [o morador de rua] estava pegando pombo, e ele alimentava os pombos”.

Fonte:  G1 Bahia

Recôncavo Web TV, inscreva-se!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp

Últimas

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com