Amargosa: Família que teve a casa arrastada pelas fortes chuvas segue desaparecida

Na manhã deste sábado, 11 de dezembro, foi instituído o Comitê de Emergência, para início das ações de  identificação dos possíveis estragos causados pelas fortes chuvas.

Levando em consideração o grande volume de água, todas as equipes da Assistência Social e Infraestrutura da Prefeitura de Amargosa visitaram várias localidades buscando identificar locais de risco, reparar os danos e promover o acolhimento da população que tiveram suas casas afetadas pela chuva.

A Prefeitura de Amargosa montou dois pontos para acolhimento das famílias que encontravam-se em situação de vulnerabilidade e de risco e um posto para recebimento de doações enviadas pela população.

Uma força tarefa foi montada para desobstrução de estradas e ruas, seguindo com os trabalhos para garantir o melhor fluxo para a população e todas as equipes de apoio. Além disso, lonas de contenção estão sendo instaladas em todas as áreas de risco da cidade.

O corpo de Bombeiros, Infraestrutura, Polícia Militar e Guarda Civil Municipal se empenharam para a nossa missão mais complexa: a localização de uma família que teve a sua casa soterrada por um deslizamento de terra na localidade Ribeirão dos Caldeirões.

As buscas pelos desaparecidos continuam, assim como o monitoramento da população, ruas e casas da cidade, sempre prestando o socorro e auxílio necessário.

É importante salientar que a situação é de risco em todo o município. 

Caso seja percebido qualquer situação de risco, a população deve entrar em contato com o número 153 da Guarda Civil Municipal, onde os encaminhamentos necessários serão realizados.

Recôncavo Web TV, inscreva-se!

Facebook
WhatsApp