Roma diz que briga com ACM Neto ‘dói’, mas ‘não podia fugir de missão partidária’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Em meio às reações pela nomeação como ministro da Cidadania, o deputado federal pela Bahia João Roma (Republicanos) nega que tenha sido “desleal” com o aliado e padrinho político ACM Neto (DEM). Roma disse à GloboNews que não era possível fugir de uma “missão partidária”. 


O novo ministro também não considera justo “pagar” por uma briga entre o presidente nacional do DEM e o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia. A nomeação de Roma acentuou o desgaste da relação entre Maia e ACM Neto.

Sobre a tensão entre ele e ACM Neto, João Roma falou que “está doendo no coração”. “É um momento de união e vou assumir o ministério cuidando de quem mais precisa”, disse.

Após anúncio da nomeação, ACM Neto, que há algum tempo tentava convencer o aliado a não aceitar o cargo, se manifestou e fez críticas a Roma. O ex-prefeito de Salvador classificou como “lamentável” Roma ter aceitado o cargo. “A decisão me surpreende porque desconsidera a relação política e a amizade pessoal que construímos ao longo de toda a vida”, disse. 

Fonte: Bahia Noticias

Recôncavo Web Tv, inscreva-se!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Últimas

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com