Gusttavo Lima é processado pela veiculação de bebidas alcoólicas durante lives nas redes sociais

O Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) abriu um processo, na última terça-feira (15/4), contra as ações publicitárias realizadas nas lives do cantor Gusttavo Lima. Os shows processados foram transmitidos pelas redes sociais do cantor no dia 28 março e no último sábado (11/4).

De acordo com o órgão, o processo foi aberto “a partir de denúncias recebidas de dezenas de consumidores” que considerarem que as ações realizadas pela cervejaria Ambev “carecem de cuidados recomendados pelo Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária para a publicidade de bebidas alcóolicas”.

A denúncia do Conar cita a “falta de mecanismo de restrição de acesso ao conteúdo das lives a menores de idade”, além da “repetida apresentação de ingestão de cerveja, em potencial estímulo ao consumo irresponsável do produto”. O texto destacou o “formato inovador da comunicação publicitária para o momento vivido pelo país”, mas considerou que deve ser conciliada com os “princípios fundamentais da comunicação comercial do segmento, com a divulgação responsável de bebidas alcoólicas e sem fragilizar os cuidado para que não seja difundida ao crianças e adolescentes”.

A Ambev e o cantor podem enviar suas defesas ao Conselho de Ética ou, segundo o órgão, “adaptarem de imediato o conteúdo publicitário das lives às regras éticas”. Ainda nã há uma data para o julgamento do processo. Até o fechamento desta matéria, Gusttavo Lima ainda não havia se pronunciado.

Fonte: Aratu On

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Seriedade e Profissionalismo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com