Gilmar Fubá, jogador que marcou história no Corinthians, morre aos 45 anos

Gilmar Fubá, volante que marcou história com a camisa do Corinthians nas décadas de 1990 e em 2000, morreu nesta segunda-feira vítima de câncer.

O ex-jogador tinha 45 anos e estava internado no Hospital São Luiz, em São Paulo, tentando superar a doença pela segunda vez.

Revelado pelo clube do Parque São Jorge, Fubá defendeu o Timão de 1996 a 2000, disputou 131 jogos, marcou quatro gols e conquistou o Paulista de 1997, os Brasileiros de 1998 e 1999, além do Mundial de Clubes de 2000.

Reconhecido pelo bom-humor e pela imposição física em campo, Gilmar Fubá chegou a participar do jogo festivo de inauguração da Neo Química Arena, em 2014.

O presidente do Corinthians, Duilio Monteiro Alves, postou uma mensagem no Twitter sobre a triste notícia.

“A perda do Gilmar Fubá é uma grande dor para toda a Fiel. Ele era a cara do Corinthians, sempre com alma e carisma. Participou de grandes conquistas do clube: campeão paulista, 2 brasileiros e Mundial. Partiu cedo demais. Meus sentimentos a todos”.

Em nota de pesar, o clube também se manifestou oficialmente. Leia, abaixo:

O Sport Club Corinthians Paulista manifesta seu pesar pela precoce morte de Gilmar Fubá. Carismático ex-atleta corinthiano, ele faleceu nesta segunda-feira aos 45 anos, vítima de um câncer que o acometeu pela segunda vez. Muito querido por todos os ex-companheiros e pela Fiel Torcida, ele estava internado no hospital São Luiz, em São Paulo.

Gilmar de Lima Nascimento nasceu em 13 de agosto de 1975, na zona leste da capital paulista. Cria da base alvinegra, ele foi revelado para a equipe profissional em 1996. No Corinthians, conquistou seu primeiro título em 1997, no Campeonato Paulista. Depois, integrou a equipe campeã do Brasileirão em 1998, tendo disputado parte do primeiro jogo da final – ele sofreu uma lesão no joelho que o deixou afastado por um ano.

Gilmar Fubá, que ganhou esse nome por ter recebido mamadeira de fubá da mãe na infância por falta de leite, também foi parte do elenco que conquistou o Brasileiro em 1999 e o Mundial em 2000, ano em que deixou o clube. Ele realizou 131 partidas e anotou quatro gols com a camisa alvinegra. Depois, já como ex-atleta, trabalhou nas categorias de base do Timão. Além disso, integrava a equipe Máster, que realiza jogos de exibição pelo País.

O Corinthians se une aos parentes, amigos e fãs do atleta neste momento de muita dor pela perda precoce de Gilmar Fubá, que sem dúvida será lembrado pelo seu bom humor e pelos títulos conquistados no Timão. Sem dúvida, deixará saudades.

Fonte: Gazeta Esportiva

Recôncavo Web Tv, inscreva-se!

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Seriedade e Profissionalismo
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 7e26df6359ea453aa47dceae968e99b6-1.jpg
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com