Rui quer “vender” reconciliação com PSD e PP em evento no interior da Bahia

O governo Rui Costa (PT) quer mostrar publicamente que a relação com PSD e PP na Bahia está bem, após a polêmica por ter chamado de “traíras” deputado federais baianos que votaram a favor da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Precatórios.

Para isso, a Secretaria de Relações Institucionais (Serin) planeja um evento no interior da Bahia com a presença do senador Otto Alencar, presidente estadual do PSD, e, talvez, do vice-governador, João Leão (PP), também. “Já tá tudo bem. Assunto resolvido. Normal ter arestas para aparar”, disse à reportagem o chefe da pasta, Luiz Caetano.

No último dia 4, após a aprovação da PEC em primeiro turno, Rui comparou a relação desses deputados que votaram a favor com a postura dos portugueses com os indígenas, quando chegaram ao Brasil. “Ficam distribuindo quinquilharias em troca de milhões que estão tirando do povo baiano, nordestino”, esbravejou.

No mesmo dia, Otto rebateu o governador. Segundo o senador, o petista concordou com a aprovação. “Tudo foi feito com o conhecimento do governador Rui Costa”, garantiu.

O filho do senador, o deputado Otto Filho (PSD), foi mais incisivo. “A relação política entre o PSD e o PT foi abalada. O governador Rui Costa orientou o PSD, liderado pelo senador Otto Alencar (PSD), a conversar com o presidente Arthur Lira e viabilizar o melhor relatório da PEC dos Precatórios. Portanto, houve a inteira concordância do governador.”

Fonte: BNews

Facebook
WhatsApp

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK

Últimas