Motorista de app se finge de morta para evitar morrer espancada durante assalto

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp

Uma motorista de aplicativo, de 40 anos, foi espancada durante um assalto na madrugada de do último sábado (24) em Tangará da Serra (MT). Para evitar ser morta, a mulher fingiu desmaio e foi jogada em um rio pelos criminosos.

De acordo com o Uol, o crime aconteceu após a Márcia Angola receber um pedido de corrida de quatro homens menores de idade. No trajeto, um dos criminosos sacou uma arma de brinquedo e anunciou o assalto.

Em seguida, a Márcia foi colocada no banco de trás, onde foi torturada e ameaçada de morte. Segundo a polícia, eles queriam o carro dela, um Hyundai HB20, além de dinheiro e do celular.

Nas proximidades do rio Sepotuba, eles começaram a bater na vítima que, para evitar mais agressões, fingiu desmaio. Os adolescentes viram que ela não reagia e resolveram parar o carro em cima da ponte, de onde a jogaram no rio.

“Eles me vendaram, mas determinado momento eu puxei a venda e acho que foi isso que os irritou. Começaram a me bater, me deram murros e diziam que iam me enforcar e matar. A saída que eu tive era me fingir de morta”, contou a vítima em entrevista ao G1.

Marcia não conseguiu esconder que estava com falta de ar e respirou fundo.

“Ele viu que eu estava viva e os outros disseram: ‘vamos matar, aperta o pescoço dela’. Em momento nenhum disseram o motivo [das agressões]. Em certo momento riram da minha cara inchada e machucada”, disse.

Marcia não sabe nadar e teve medo de morrer.

“Quando eu caí, só lembro que pedi a Deus para que eu caísse na água, porque se caísse na terra eu tinha morrido. Eu afundei quando voltei a superfície eu vi que eles estavam olhando. Eu continuei quieta e afundei de novo, deixei a água me levar rio abaixo, fui tentando me equilibrar, meio que boiando pois não sabia nadar e não podia ir para o fundo”, finalizou.

Os suspeitos fugiram com o carro da vítima e foram até uma cidade vizinha, onde furtaram uma relojoaria. Do estabelecimento eles levaram dois celulares e alguns objetos, como relógios e correntes de ouro.

Os criminosos foram apreendidos ainda no sábado. Ainda segundo a PM, os quatro adolescentes já tinham envolvimento em crimes anteriores na cidade. Eles estavam com dois celulares, o carro e documentos da vítima.

Fonte: Correio 24h

Recôncavo Web Tv, inscreva-se!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp

Últimas

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com