Madonna defende uso de hidroxicloroquina e é censurada pelo Instagram

Madonna usou seu perfil no Instagram, ontem (28), para defender o uso da hidroxicloroquina por pessoas infectadas com coronavírus. A cantora publicou um vídeo em que uma médica do Texas afirma a eficácia do medicamento. “A verdade vai nos libertar! Mas algumas pessoas não querem ouvir a verdade. Especialmente as pessoas no poder que ganham dinheiro com essa longa busca pela vacina, que foi comprovada e está disponível há meses”, escreveu a diva pop na legenda.

E continuou: “Preferem deixar que o medo os controle e deixar que os ricos fiquem mais ricos e que os pobres e doentes fiquem mais doentes. Esta mulher é minha heroína. Obrigada, Stella Immanuel”. 

A publicação de Madonna, porém, caiu na triagem da rede social e foi excluída como “fake news”. O Instagram adotou, a certa altura da pandemia, uma política que bloqueia posts contendo informações falsas a respeito da Covid-19.

O assunto rapidamente tornou-se um dos mais comentados da internet. Fãs de Madonna, chocados, chegaram a especular que a artista foi vítima de hackers. Em maio, a cantora de 61 anos declarou: “Fiz o teste outro dia e descobri que tenho os anticorpos. Então amanhã, vou dar uma longa volta de carro, vou abrir a janela e respirar, vou respirar no ar da Covid-19. Sim. Espero que o sol esteja brilhando”.

Fonte: Metro 1

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Seriedade e Profissionalismo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com