José Serra é alvo de operação da PF em suposto esquema de “caixa dois” na campanha eleitoral

José Serra, suspeito de participação em esquema de caixa dois na campanha ao Senado Federal em 2014, é um dos alvos da Operação Paralelo 23, deflagrada na manhã desta terça-feira (21/7) na terceira fase da Operação Lava Jato Eleitoral. 

A Polícia Federal em conjunto com  o Ministério Público de São Paulo (MPSP) são responsáveis pela operação. São quatro mandados de prisão temporária e 15 de busca e apreensão em Brasília, São Paulo e Itu, além do bloqueio judicial de contas bancárias dos investigados, determinados pela 1ª Zona Eleitoral de São Paulo.

As investigações policiais apontam para um grupo contratado em 2014 com o objetivo de “estruturar e operacionalizar pagamentos de doações eleitorais não contabilizadas”, onde José Serra teria recebido R$ 5 milhões em doações eleitorais não contabilizadas. Supostamente, o dinheiro  teria sido pago por uma empresa que comercializa planos de saúde. 

Fonte: Aratu On

Recôncavo Web Tv, inscreva-se!

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Seriedade e Profissionalismo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com