Goleiro é acusado de falsificar teste de Covid-19 e jogar infectado

Goleiro do Unión La Calera-CHI, adversário do Flamengo no Grupo G da Libertadores, o argentino Alexis Martíns Arias, de 28 anos, foi acusado de falsificar um teste rápido (RT-PCR), que detecta a Covid-19 e atuar mesmo contaminado.

De acordo com o Ministério Público do Chile, localizado na cidade de Viña del Mar, o arqueiro teria utilizado quatro exames de um rapaz, também argentino, chamado Nicolás Ambrosio, em novembro do ano passado, burlando o protocolo de saúde orientado pela Associação Nacional de Futebol Profissional do Chile (ANFP).

Além da dupla,  o ex-diretor da federação chilena e atual gerente do La Calera, Martin Iribarne, foram convocados para prestar depoimentos nesta sexta-feira (16). Flamengo e Union se enfrentam no próximo dia 27, no Maracanã, Rio de Janeiro, pela fase de grupos da Libertadores.

Fonte: BNews

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Seriedade e Profissionalismo
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é AMARGOSA-252552.jpg
DISK CESTA: 75 98841 0064
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com