Em surto, homem invade igreja e mata pastora, mãe do cantor gospel Delino Marçal

A pastora Odete Rosalina da Costa, de 79 anos, foi morta com golpes de uma barra de ferro na manhã desta sexta-feira (14/1), dentro da igreja que pregava. O suspeito, que estava pelado, pulou o muro do templo disparando mensagens de ódio contra evangélicos e foi preso.

A vítima era mãe do cantor gospel Delino Marçal, ganhador do Grammy Latino Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa de 2019. De família cristã, uma das grandes incentivadoras da carreira foi justamente a mãe, Odete. Foi na igreja pastoreada por ela que Delino começou a tocar e a cantar louvores.

Ao que tudo indica, o suspeito, identificado pelo prenome de Thiago, estava em um surto psicótico. Antes do assassinato, ele já tinha brigado com familiares, e, após matar Odete, saiu atirado pedras em ônibus.

“O autor teria se envolvido em uma briga com parentes e logo após saiu para rua. Ele entrou na igreja e iniciou uma briga com um homem e, logo após, teria acertado a vítima com vários golpes com um objeto de metal”, diz um trecho do boletim de ocorrência que o Portal Metrópoles teve acesso.

Testemunhas contaram que Odete estava com um fiel, em momento de oração na Igreja Assembléia de Deus, quando Thiago chegou na porta chamando por uma pessoa, já sem roupas. O fiel disse que não havia ninguém ali com esse nome, o que fez ele se irritar, pular o muro, arrombar uma porta de vidro e iniciar uma luta corporal com os dois cristãos, quebrando cadeiras e mesas de plástico.

Pouco depois, o suspeito fugiu. Odete, ferida, saiu para a rua em busca de socorro, até que Thiago voltou, munido com a barra de ferro, e a golpeou na cabeça. Ele fugiu novamente, até ser encontrado pela Polícia Militar jogando pedras nos ônibus.

As investigações da Polícia Civil apontam ainda que, antes de sair de casa, ainda na madrugada, o suspeito teria se envolvido em uma confusão dentro de casa. Ele teria acordado por volta das 2h e tentado atacar a própria esposa e a enteada dela com uma faca. Mas o suspeito foi contido por um tio da mulher. Depois disso, ele teria saído para a rua. 

O suspeito foi encaminhado para a Central de Flagrantes, em Goiânia.

Fonte: Aratu On

Recôncavo Web TV, inscreva-se!

Facebook
WhatsApp

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK

Últimas