Efeito São João: mesmo com antecipação de feriado, casos de Covid-19 disparam em Amargosa após período junino

Conhecidas pela realização de grandes festas no mês de junho, algumas cidades baianas apresentaram um aumento significativo no número de casos do novo coronavírus (Covid-19) após o período junino. Mesmo com a antecipação do feriado de São João para o mês de maio, municípios como Cruz das Almas, Senhor do Bonfim, Santo Antônio de Jesus, Amargosa, Ibicuí e Irecê receberam muitos visitantes entre os dias 20 e 24 de junho. 

Na cidade de Amargosa no Vale do Jiquicirá, os números subiram de 23 casos no mês de junho, para 72 no mês de julho. (de 21/06 a 08/07).

Localizada no Recôncavo da Bahia, Cruz das Almas, exibia em seu boletim epidemiológico 73 casos até o dia 21 de junho. Número muito abaixo dos 170 registrados até quarta-feira (8). Ou seja, um acréscimo de 103 infectados em dezessete dias.

De acordo com a gestão municipal, do total de diagnosticados 101 são considerados curados, 67 continuam com o vírus ativo e cinco estão internados. Ainda segundo a prefeitura, dois moradores morreram em razão da doença. 

A cerca de 45 quilômetros de Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus apresenta um cenário ainda mais agravante. Em números absolutos, o município registrou a maior alta dentre as demais. Segundo boletim divulgado pela prefeitura, até esta quarta já são 638 registros confirmados do coronavírus, 385 a mais do número contabilizado até o dia 21 de junho. Por lá, a doença já matou 13 pessoas. 

Os pouco mais de 37 mil habitantes de Amargosa, no Centro-Sul da Bahia, também viram o número de casos aumentar após o período de São João. Antes dos festejos, a cidade tinha 23 moradores com testes positivos para doença, agora já são 72. Segundo a administração municipal, 30 pessoas se recuperaram, 39 continuam com o vírus e três morreram. Por causa do alto índice, a prefeitura suspendeu a feira livre no município até o dia 19 de julho. 

A situação não é diferente em Senhor do Bonfim, no norte do estado, que em dezessete dias saltou de 86 para 172 infectados. Segundo último boletim da Sesab, 65 casos continuam ativos enquanto 107 são considerados curados. Nos últimos cinco dias, a cidade registrou um crescimento médio de 0,96% no número de registros. Um morador morreu vítima da doença. 

Informações BNews

Recôncavo Web Tv, inscreva-se

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Seriedade e Profissionalismo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com