Dia dos Finados: Familiares prestam homenagens às vítimas da Covid-19 em Salvador

Nesta terça-feira (2) é celebrado o Dia de Finados, data em que pessoas ligadas a fé cristã costumam visitar túmulos e rezar pelos falecidos. No ano passado autoridades municipais e estaduais pediram cautela com relação a ida a esses espaços por conta da pandemia, por isso os cemitérios adotaram protocolos de segurança para garantir a visitação, e transmitiram missas pela internet.  

Este ano a movimentação nos cemitérios deve ser um pouco maior, até por conta do número de pessoas vacinadas contra a Covid-19 na capital baiana. Em entrevista recente o prefeito Bruno Reis disse que mais de 198 mil pessoas estavam em atraso com a segunda dose do imunizante. Já na Bahia, segundo a Sesab, 10.658.458 de pessoas já foram vacinadas contra o coronavírus com a primeira dose ou dose única. O Estado já vacinou 83,71% da população com 12 anos ou mais, estimada em 12.732.254.

Mas se tem algo que ainda deprime muita gente é o fato de não ter tido oportunidade de se despedir de seu ente querido. Em decorrência da Covid-19, mais de oito mil famílias não puderam realizar os tradicionais velórios com cultos e missas de corpo presente em Salvador por conta dos protocolos para a realização dos enterros, que vão desde caixões lacrados até o limite máximo de dez familiares durante o momento do sepultamento.

Fonte: BNews

Facebook
WhatsApp