Clayson tem contrato rescindido com o Cuiabá após agredir mulher de 22 anos

O jogador Clayson, que pertence ao Bahia, teve seu contrato rescindido com o Cuiabá por ter agredido uma mulher em um motel no Mato Grosso. Em nota divulgada nesta quinta-feira (9), o Dourado divulgou uma nota informando a confissão do atleta sobre o caso. 

A agressão ocorreu na última segunda-feira (6), de acordo com Boletim de Ocorrência registrado pela vítima, uma jovem de 22 anos. Durante uma noite no motel, que envolveu três homens e duas mulheres, Clayson quebrou uma garrafa e agrediu a mulher. 

De acordo com informações do G1 MT, ela conseguiu escapar e tentou suicídio na sequência, em um hotel, utilizando o caco de uma garrafa para cortar o próprio pescoço e ingerindo comprimidos para depressão. 

Ela foi internada no hospital, após ser resgatada por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). 

O outro atleta que teria se envolvido foi o meia Rafael Gava. No entanto, o atleta alegou que estava em casa com familiares no momento do episódio, o que foi confirmado por Clayson. 

“O Cuiabá lamenta profundamente o ocorrido e já informou Clayson que sua conduta extracampo é inaceitável e que encerrará seu vínculo imediatamente. O atleta, que pertence ao E.C. Bahia, foi excluído ontem mesmo do grupo que enfrenta hoje o Santos, na Vila Belmiro, pela última rodada do Campeonato Brasileiro”, diz a nota do Cuiabá.

“Em relação ao atleta Rafael Gava, o Cuiabá aguardará a conclusão das investigações para decidir qual atitude será tomada”, complementa o texto. 

Fonte: Bahia Notícias

Facebook
WhatsApp