Viradouro é campeã do Carnaval no Rio com homenagem às Ganhadeiras de Itapuã em Salvador

 Viradouro foi campeã do Carnaval do Rio de Janeiro nesta quarta-feira (26). A escola teve um enredo “Viradouro de alma lavada”, que homenageou as Ganhadeiras de Itapuã, descendentes de mulheres que lavavam roupa na Lagoa do Abaeté e faziam outros serviços na capital baiana para comprar a alforria.

Este é o segundo título da escola. A escola de Niterói foi campeã do Grupo Especial do Rio em 1997. No ano passado, foi vice-campeã com um enredo sobre histórias encantadas.

Em segundo lugar, com mesmo número de pontos, ficou a Grande RIo, que teve uma homenagem ao pai de santo baiano Joãozinho da Gomeia,  A Grande Rio liderou a maior parte da apuração, mas perdeu trés décimos no penúltimo quesito, evolução, quando foi alcançada. A Viradouro acabou com os mesmos 269,6 pontos da vice, mas venceu no critério de desempate – que acabou sendo justamente a evolução, já que na harmonia, que é o primeiro ponto olhado para desempatar, as escolas ficaram iguais. 

O samba da Viradouro teve influência do afoxé. E o desfile contou com participação da cantora Margareth Menezes, que saiu como destaque do carro que lembrou as cirandas de roda à beira do mar aberto. A baiana Lore Improta também participou do desfile, como a Rainha do Carnaval de Itapuã.

O desfile começou com uma referência à Lagoa do Abaeté. A atleta do nado sincronizado Anna Giulia apareceu vestida de sereia dentro de um aquário com 7 mil litros de água mineral. “Sem palavras. Foi muito bom. Me diverti a cada momento”, garantiu Anna.

A rainha de bateria Raissa Machado vestiu uma fantasia em homenagem à rainha dos Malês, Luiza Mahin, uma das lideranças do movimento que aconteceu em Salvador. 

Durante o desfile, foram distribuídas cocadas para o público. O desfile mostrou as atividades que as Ganhadeiras exerciam: lavar roupa, carregar e vender água, cozinhar e vender alimentos, costurar, vender objetos.

“Emoção”
“Minha emoção foi muito grande, mas eu me controlei. Graças a Deus, o desfile foi muito lindo. E eu fico tão emocionada pois nunca vi uma quantidade de gente tão grande como vi aqui. Era muita gente nos aplaudindo. Tenho certeza que vamos ganhar!”, disse Dona Tereza Conceição, que desde a fundação, em 2004, faz parte das Ganhadeiras de Itapuã. Ela e as outras mulheres que fazem parte do grupo vieram no último carro alegórico da Viradouro, encerrando o desfile. 

E para essa homenagem, duas baianas de peso deixaram o Carnaval de Salvador de lado e vieram para a Sapucaí. Margareth Menezes que, na quinta e sexta-feira de Carnaval puxou a pipoca no Circuito Barra/Ondina, e ontem esteve em Recife, fez questão de desfilar na Viradouro. 

Esse ano, Lore desfilou de Rainha do Carnaval de Itapuã. “Poder voltar com um samba que fala sobre a Bahia foi muito incrível. Tenho certeza que vamos ganhar e vou voltar no sábado das campeãs, se Deus quiser”, disse Lore.

Fonte: Correio 24h

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Seriedade e Profissionalismo
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é anigif-mma-comunicado.gif
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com