Temer é diagnosticado com infecção urinária

O presidente Michel Temer foi diagnosticado, neste domingo (31), com infecção urinária. Temer, que está com a família em Brasília, onde passou o Réveillon, foi examinado por médicos no Palácio do Jaburu.

Nos últimos dias, o presidente tem reclamado de desconforto por causa de sonda urinária colocada há três semanas por causa de cirurgia de desobstrução da uretra.

A expectativa é de que, nos próximos dias, Temer viaje para a capital paulista para fazer nova bateria de exames no Hospital Sírio-Libanês.

O presidente desistiu de viajar para o Rio de Janeiro para o Ano-Novo. A ideia inicial era de que ele embarcasse para a base militar Restinga de Marambaia.

Por conta do procedimento, o presidente já cancelou duas viagens oficiais: uma para o Sudeste Asiático e outra para Alagoas.

A orientação médica é de que ele evite viagens de longa distância e permaneça o máximo possível em repouso em Brasília.

Aos 77 anos, o mais velho presidente da história do Brasil, Temer sofreu três intervenções médicas nos últimos meses: para conter um sangramento na próstata, colocar um stent em artérias coronárias e desobstruir a uretra.

Segundo a equipe médica, o procedimento na uretra foi considerado bem sucedido, mas “há sempre o risco” de voltar.

Fonte: Bocão News

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - O site que tem a cara da Bahia
SMART 01