Risco é real: as combinações que tirariam Argentina da Copa

A seleção argentina do gênio Lionel Messi vive um drama digno de um tango de Carlos Gardel. Apesar de depender apenas de si na última rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, os argentinos sabem que a missão será dura e que o risco de ficar fora de um Mundial pela primeira vez desde 1970 é real.

Após empatar em 0 a 0 com o Peru nesta quinta-feira, em La Bombonera, a Argentina caiu para o sexto lugar, posto que o deixaria fora até mesmo da repescagem (apenas o quinto colocado terá uma segunda chance). Na última rodada, a equipe dirigida por Jorge Sampaoli enfrentará o Equador, já eliminado, em Quito, e apenas uma vitória fora de casa garantiria a Argentina ao menos na repescagem. Ironicamente, os hermanos terão de torcer pela seleção brasileirana última rodada.

Todas as combinações possíveis para a Argentina:

EM CASO DE VITÓRIA: 

Vencendo o Equador em Quito, a Argentina iria a 28 pontos e ultrapassaria ao menos Peru ou Colômbia, que se enfrentarão em Lima, chegando pelo menos ao quinto lugar. Para garantir vaga direta, teria de torcer por um empate entre peruanos e colombianos ou tropeço do Chile diante do Brasil.

EM CASO DE DERROTA

Se perder em Quito, a Argentina ficará com 25 pontos e dificilmente não será eliminada. Para isso, teria de torcer para que o Peru perdesse em casa para a Colômbia por uma diferença de gols maior que eventual a derrota argentina para o Equador e para que o Paraguai não vencesse a Venezuela, em Assunção, o que é bem pouco provável. Ainda assim, a Argentina só chegaria ao quinto lugar e iria à repescagem.

EM CASO DE EMPATE

Se empatar com o Equador, a Argentina chegará a 26 pontos com saldo de gols de +1 e terá de “secar” os adversários como nunca. Sua única chance seria ir à repescagem caso duas dessas três situações ocorresse:  1) Derrota do Peru para a Colômbia; 2)Derrota do Chile por dois ou mais gols diante do Brasil; 3) Tropeço do Paraguai em casa diante da lanterna Venezuela.

Fonte: Gazeta Esportiva

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - O site que tem a cara da Bahia