Prefeitura de Cotia SP cancela apoio a ginastas para competição no México após terremoto

Atletas do grupo de Ginástica Estética de Cotia, na Grande São Paulo, ficaram abaladas ao receber a notícia de que não teriam mais apoio do município para participar no 1º Campeonato Pan-Americano de Ginástica Estética de Grupos, na cidade de Mérida, no estado de Yucatán, no México.

O prefeito de Cotia, Rogério Franco, havia prometido apoio, mas voltou atrás alegando aumento dos preços de passagens e hospedagem após o terremoto que abalou cidades região central do país. A cidade onde o campeonato ocorrerá não foi atingida pelo terremoto, mas, segundo a Prefeitura, a redução de voos para a Cidade do Méxido, atingida pelo tremor, afetou os valores das passagens aéreas.

A notícia do cancelamento do apoio da Prefeitura foi dada na última sexta-feira (22), dias antes da competição, que ocorrerá entre a próxima sexta-feira (29) e domingo (1º).

Formado por garotas de 8 a 26 anos, o grupo iniciou em maio uma arrecadação para representar o Brasil no campeonato de estreia da modalidade. À época, o prefeito de Cotia, Rogério Franco, comprometeu-se a patrocinar as meninas, com R$ 98 mil, em um vídeo publicado nas redes sociais.

Desde então, as mães passaram a buscar informações sobre o patrocínio, mas recebiam a resposta da Prefeitura de que “não deveriam se preocupar porque elas estavam garantidas”, conta a publicitária Maíra Domingues, mãe de uma das meninas do time. “Em setembro, entramos em desespero e passamos a pressionar ainda mais por respostas”, disse.

Segundo a Prefeitura informou em nota divulgada em seu site, a gestão abriu uma licitação para a compra das passagens e para a hospedagens do time, composto por 30 atletas e três professoras, ao longo da semana passada, dias antes da data de início da competição.

Mas o orçamento inicial de R$ 98 mil, segundo o município, teria saltado para R$ 254 mil, depois do terremoto que atingiu o México no dia 19 de setembro. Dessa forma, os altos valores teriam inviabilizado o patrocínio do município às atletas. De acordo com a Prefeitura, a empresa que venceu a licitação informou que não conseguiria cumprir com o contrato.

Fonte: G1

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - O site que tem a cara da Bahia