Polícia de Amargosa prende acusado de estupro e suspeito de roubos

A Polícia Civil de Amargosa prendeu na manhã desta segunda-feira (07), , um homem de 26 anos, acusado de estupro de uma criança de 11 (onze) anos de idade, na localidade do Tauá, zona rural de Amargosa.

O crime ocorreu no interior da casa da irmã do acusado no dia 26/11/2018, local para onde a vítima foi atraída, porém, na época o acusado conseguiu empreender fuga e evitar a prisão em flagrante, razão pela qual o Delegado de Polícia representou por sua prisão preventiva, que foi deferida pelo Juiz Criminal.

De compleição física baixa e magra, a vítima aparenta idade inferior a que de fato possui e, de acordo com o laudo pericial, a mesma era virgem, quando foi abusada sexualmente por ele. Quando foi ouvida na Delegacia de Polícia, a vítima demonstrou profunda tristeza, certamente resultado do trauma sofrido com a ação criminosa do acusado.

Passados alguns dias, o acusado se apresentou na Delegacia, acompanhado de seu Advogado e, diante das provas apresentadas, confessou a autoria delitiva, emprestando versão de que não forçou o ato sexual, o que não é causa de exclusão de culpabilidade, devido a vítima ser menor de 14 anos de idade.

Se não bastasse esse hediondo crime, ele está sendo investigado pela Polícia Civil de Amargosa por suspeita da prática de diversos roubos a mão armada ocorridos na zona rural de Cambaúda, Pau Ferro, Muritiba e Ribeirão, em companhia de seu parceiro, já identificado.

Pelo crime de estupro o acusado pode pegar pena de até 15 (quinze) anos de prisão, a qual pode ser elevada pelo fato do mesmo ser casado, quando do cometimento do crime.

O acusado está recolhido no DISEP, em Amargosa, a disposição da Justiça Criminal.

Fonte: Polícia Civil

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Profissionalismo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com