“O Bahia não tem ajuda do governo”, rebate Bellintani sobre declarações de Paulo Carneiro

Na manhã desta segunda-feira (5), o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, rebateu as declarações de Paulo Carneiro, líder da cúlpula do Leão, sobre um suposto benefício do Governo do Estado ao Tricolor. Por meio do seu Twitter oficial, o cartola rubro-negro disse que o governo havia adotado o arquirrival. Vale lembrar que o Vitória negocia sua ida para Arena Fonte Nova há, pelo menos, dois meses.

“Parece que o governo adotou o Bahia como seu único clube na Bahia. Sua Agencia preferida está dentro do Bahia há anos. Até agora estamos esperando o chamado para anunciar a chegada do Vitória na Fonte Nova, gozando dos mesmos direitos e privilégios do Bahia. Pedi uma audiência ao Governador e recebi como resposta a data 12/08. Alias desde a reforma de Pituaçu para atender o Bahia o governo tem gasto milhões para alavancar o clube da preferencia do Governo”, publicou Carneiro.

Em entrevista à Metrópole, Bellintani negou que o Bahia é beneficiado e disse não buscar “inimigos ocultos” para justificar ações. O dirigente também deu como exemplo a construção do estádio do rival, o Barradão.

“A gente sabe muito bem que o estádio Barradão foi construído com terreno doado pelo governo e as primeiras obras de terraplanagem doadas pelo governo. Pituaçu não é do Bahia, diferente do Barradão, que teve terreno doado e as primeiras obras doadas pelo governo”, disse o presidente do Bahia.

Ainda de acordo com o dirigente, a fala de Carneiro não é verídica sobre um apoio do governador Rui Costa aos interesses do Esquadrão.

“O Bahia não tem ajuda do governo, nunca conversou com o governo para ter facilidade na Fonte Nova. Assinei o contrato conversando exclusivamente com a Fonte Nova. A vez que conversei com o governador tratei de dois temas: a mudança do gramado da Fonte Nova, que ele ficou de avaliar as circunstâncias, e a retirada das cadeiras do setor norte. Se o governo fez uma concessão para ser gerido por um consórcio privado, tem que conversar com esse consórcio. Acho que a gente passou da fase de governo ajudar clube de futebol com recurso financeiro e facilidade”, disse.

O presidente do Esquadrão também revelou que deseja ver o Vitória superando a crise que passa e disse que quer igualidade no contrato, caso o Leão acerte sua ida para Fonte Nova.

“Quero muito que o Vitória passe por essa situação tendo a postura que sempre honrou o clube, é um clube centenário, que tem dirigentes e referências muito dignas na sociedade baiana. A gente precisa entender que não é colocando inimigos ocultos e forças imaginárias como se a gente quisesse se justificar por isso alguma dificuldade que a gente tenha. Defendo um contrato do Vitória igual ao contrato do Bahia na Fonte Nova, mas se tiver alguma vantagem no contrato do Vitória que não tá no contrato do Bahia, é claro que eu vou pleitear isso”, afirmou.

Por fim, Bellintani que aproveitou para dar aquela alfinetada no rival.

“Essa história de que Pituaçu foi feito para beneficiar o Bahia, precisamos de uma análise histórica. Está lá no site do Vitória toda a história do Barradão e como ele foi construído. Isso ninguém pode esconder, o estádio se chama Manoel Barradas porque todos sabem os motivos, não sou de ficar me torturando quanto a isso não”, acrescentou.

Fonte: BNews

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Profissionalismo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com