Mulher é atingida por estaca no DF e dirige por 3 km atrás de socorro

(Foto: Arquivo Pessoal)

A vigilante Rafaele Christina Melo de Almeida, 32 anos, relembrou nesta quarta-feira (3) como fez para escapar depois de ser atingida por uma estaca enquanto dirigia, na madrugada do domingo (30). Ela ia para o trabalho, em um hospital do Distrito Federal, quando um homem atirou o objeto contra o para-bristo do carro. As informações são do G1.

O ataque aconteceu quando a vigilante dirigia pela DF-451, por volta das 6h. Ela conta que viu madeiras espalhadas na via e diminuiu a velocidade. Foi aí que o homem se aproximou e atirou a estaca, que atingiu a cabeça da motorista. Acreditando se tratar de uma tentativa de assalto, Rafaele não parou e mesmo sangrando muito seguiu dirigindo por 3 quilômetros.

“Eu acenei para vários carros, ninguém parou até eu fazer sinal para um motociclista”, relembra. Um motociclista que prefere não se identificar parou para ajudar. “Foi um anjo que apareceu na minha vida”. Ele aguardou com Rafaele até a chegada do marido dela. Levada ao hospital, ela levou 40 pontos na cabeça. Rafaele costuma fazer o trajeto de 70 km entre a casa e o trabalho há três anos e diz que vai continuar fazendo o percurso.

O motociclista que ajudou Rafaele acionou uma equipe do Detran que fazia fiscalização próximo. Eles identificaram o suspeito e chamaram a Polícia Militar. Jaime Pereira da Silva, que já tinha passagens por furto, foi preso e levado para a delegacia, onde foi autuado por lesão corporal e dano qualificado. Ele foi solto na terça, depois da audiência de custódia.

Fonte: Correio 24h

(Foto: Arquivo Pessoal)

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Profissionalismo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com