Missa para Santa Dulce reúne quase 53 mil na Fonte Nova

Foto de Betto Jr./CORREIO

A alegria de um grupo de jovens, saindo da Arena Fonte Nova pouco depois das 20 horas deste domingo, 20, e cantando o refrão dos hinos dedicados à Santa Dulce dos Pobres a plenos pulmões, enquanto avançavam pelas ruas de Nazaré, é um dos melhores exemplos do êxtase sentido por aqueles que foram ao estádio assistir à celebração que comemorou a canonização da freira baiana, ocorrida no último dia 13, no Vaticano. 

“É uma alegria que não sente cansaço”, como bem definiu uma devota, ainda no portão de saída que dá acesso à Ladeira da Fonte. “Eu estou no céu”, afirmou outra, reforçando o sentimento de paz que tomou conta das 52.600 pessoas (49 mil fiéis e 3.600 voluntários) que compareceram ao evento.

Embora o acesso à arena tenha começado desde o meio-dia, as arquibancadas lotaram a partir das 15h, quando teve início o espetáculo ‘Império do Amor’, sobre a trajetória da santa que fez da caridade uma missão de vida. Depois da performance, que terminou por volta das 16h30, uma procissão com as relíquias de Santa Dulce preparou a audiência para a missa solene celebrada pelo arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger. 

As relíquias, que foram conduzidas pelo miraculado José Maurício Moreira, o maestro que ficou 14 anos cego e recuperou a visão graças à Santa Dulce, levaram a enfermeira Ângela Lima de Freitas, 57 anos, às lágrimas. 

Fonte: Correio 24h

Foto de Betto Jr./CORREIO

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Profissionalismo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com