Internado após Covid-19, prefeito eleito de Goiânia poderá tomar posse na UTI

O prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela, poderá tomar posse do cargo por meio de gestos e sem deixar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), conforme uma resolução aprovada pela Câmara Municipal nesta terça-feira (29). O político está internado há mais de dois meses para tratar complicações da Covid-19.

Devido à traqueostomia no pescoço, Maguito Vilela vai poder se comunicar por gestos durante a cerimônia de posse, marcada para a próxima sexta-feira (1º), e só assinar o livro de Termo de Posse assim que terminar a validade do atestado médico.

A mudança no regimento interno da Câmara Municipal permitiu aos vereadores, ao prefeito e vice-prefeito eleitos que estiverem contaminados pelo coronavírus a participarem da cerimônia de forma virtual.

A exceção para esta legislatura foi criada por meio de uma resolução, aprovada na Comissão Mista e em Plenário, por causa da pandemia de coronavírus.

G1 pediu ao Hospital Albert Einstein informações sobre o quadro de Maguito na tarde desta quinta-feira e aguarda retorno. O último boletim médico, divulgado na quarta-feira, informava que o político segue na UTI, “em diálise, sedação leve, traqueostomizado, em pressão de suporte com níveis adequados de oxigenação e responde aos estímulos seguindo em programa de reabilitação”.

Fonte: G1

Recôncavo Web TV, inscreva-se!

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Seriedade e Profissionalismo
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 7e26df6359ea453aa47dceae968e99b6-1.jpg
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com