Grupo é preso com cerca de R$ 10 mil em notas falsas na Bahia

Cinco pessoas foram presas com cerca de R$ 10 mil em notas falsas durante a micareta de Feira de Santana, no domingo (22). De acordo com a Polícia Civil, Daiany Maria das Neves foi descoberta após tentar comprar bebida na festa com nota falsa de R$ 100 e ser denunciada por vendedor ambulante. Ao perceber a falsificação, o comerciante acionou uma guarnição da Polícia Militar, que conduziu Daiany até a Central de Flagrantes (CF) da Polícia Civil, que estava montada no Colégio Estadual de Feira de Santana. Após interrogatório, diligências foram realizadas e mais quatro bandidos foram presos no distrito de Berimbau, em Conceição do Jacuípe. Jorge Ângelo da Silva, Itamar Melo Silva, Macswell da Silva Pereira e Tiago Santos Silva Conrado foram flagrados com R$ 9,8 mil, em notas falsas de R$ 100. O grupo estava em uma casa, localizada no Conjunto Habitacional Nova Esperança.

De acordo com o delegado Jean Silva, titular da Delegacia Territorial (DT) de Conceição do Jacuípe, Jorge Ângelo cumpria prisão domiciliar por homicídio qualificado. Ele usava tornozeleira eletrônica e, segundo o delegado, ela estava aberta quando as equipes chegaram. O grupo foi autuado por porte de moeda falsa e formação de quadrilha. Já Daiany vai responder por estelionato. Na ação, os policiais cumpriram um mandado de prisão preventiva contra Itamar, também por posse de dinheiro falso e pela tentativa de repassar as notas. Dois carros, R$ 412 em espécie, e celulares também foram apreendidos. As notas falsas foram encaminhadas para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT). Os cinco criminosos foram encaminhados para o Complexo de Delegacias do Sobradinho e devem passar por audiência de custódia.

Fonte: Giro em Ipiaú

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Profissionalismo