FGTS de R$500 ainda está disponível no banco; saiba como receber

O calendário oficial de pagamentos do saque-imediato do FGTS se encerrou, mas os trabalhadores que não retiraram seus benefícios ainda podem usufruir dos R$ 500 liberado pelo presidente Jair Bolsonaro. O prazo final para a liberação da categoria se encerra no dia 30 desse mês e marcará o fim da primeira rodada do novo recurso ofertado pelo FGTS.

Para poder ter acesso ao valor, os trabalhadores precisam ir até uma agência da Caixa Econômica Federal ou Casas Lotéricas com a carteira de trabalho em mãos. No entanto, para aqueles que já são correntistas do banco, o valor foi depositado automaticamente em suas contas e podem ser retirados por meio dos caixas eletrônicos.

Têm direito ao benefício, todos aqueles que apresentam contas ativas ou inativas do FGTS. Para poder receber até R$ 500 basta tem saldo no banco com valor maior que este. No entanto, há ainda a possibilidade de aumento para R$ 998, permitida aos brasileiros que até junho de 2019 (mês de validação da proposta) tinham um saldo no fundo de garantia entre R$ 501 e R$ 998.

É válido ainda ressaltar que o pagamento é feito por conta do FGTS. Isso significa que o mesmo trabalhador poderá receber mais de uma vez se apresentar duplo registro. As contas ativas dizem respeito ao período atual de trabalho. Já as contas inativas são equivalentes a ofícios anteriores onde ainda há respaldo financeiro para ser retirado.

Quem estiver em dúvidas quanto aos valores e se tem direito ao recebimento, pode consultar de forma rápida e prática por meio do aplicativo do FGTS ou pelo site da Caixa. O procedimento é simples, basta acessar o portal, fornecer a data de nascimento, número do NIS e confirmar a consulta. Ao abrir a ferramenta, o usuário precisa se direcionar até a aba Saque-Imediato e seleciona-la. Assim que carregar, será possível conferir quantas contas estão disponíveis e o valor liberado em cada uma delas.

É válido ressaltar que o saque das contas deve ser feito de forma individual e que há a possibilidade de sacar apenas metade do benefício, deixando o restante da quantia retido no fundo de garantia.

Fonte: Aratu On

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Seriedade e Profissionalismo
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é anigif-mma-comunicado.gif
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com