Antes coadjuvantes, Coutinho e Lozano ‘lideram’ Brasil e México na Copa

Desde que Brasil e México foram sorteados nos grupos E e F, respectivamente, da Copa do Mundo da Rússia, um possível confronto entre as duas seleções nas oitavas de final era considerado um cenário natural e até mesmo plausível de ser concretizado. Pois então, nesta segunda-feira, na Arena Samara, os times comandados por Tite e Juan Carlos Osorio medem forças com destaques individuais que, anterior e teoricamente, seriam apenas coadjuvantes: Philippe Coutinho e Hirving ‘Chucky’ Lozano.

Antes do Mundial, um “confronto” particular entre as duas principais estrelas das seleções Canarinho e La Tri (Tricolor) reservaria um comparativo de Neymar com Javier ‘Chicharito’ Hernandez. Porém, a dupla de mais alarde e badalada acabou ofuscada pelas atuações de seus respectivos companheiros, autores de gols importantes e de atuações consistentes para ajudar em ambas a alcançar as classificações.

Apesar do protagonismo que Philippe Coutinho e Hirving Lozano têm mostrado em suas seleções, são jogadores de características diferentes e isso fica evidente no posicionamento de cada um. Mesmo com variações, ambos os times tem tido o 4-2-3-1 como alternativa, algo que para o Brasil é mais natural, mas não para o México, que pouco atuou dessa forma nas Eliminatórias. Enquanto Coutinho joga pelo meio, teoricamente atrás do centroavante, Lozano é um típico jogador de lado de campo, que possui a velocidade e o drible como pontos fortes.

Philippe Coutinho

Posição: meia
Camisa: 11
Altura: 1,72m
Data nascimento: 12/06/1992 (26 anos)
Clubes: Vasco da Gama, Internazionale, Espanyol, Liverpool, Barcelona

Fonte: Gazeta Esportiva

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Profissionalismo