Amargosa: Polícia Civil elucida crime de assalto a mão armada na zona rural

Poucas horas após a ocorrência de um assalto a mão armada na zona rural de Amargosa, tendo como vítimas professores da rede municipal de ensino, que estavam numa Van Escolar, a Polícia Civil de Amargosa efetuou diligências e elucidou o crime.

O crime ocorreu por volta das 07h da manhã desta terça-feira (21), quando professores da escola Artur de Almeida Passos, que fica no Povoado de Tabuleiro de Lagoa Queimada, zona rural de Amargosa, se dirigiam para o local de ensino e o veículo foi interceptado por dois indivíduos que estavam num motociclo, com capacetes na cabeça, para não serem reconhecidos, sendo um armado com uma pistola calibre 380 e outro com facão. Durante a ação criminosa foram subtraídos cinco aparelhos celulares das vítimas. As aulas foram suspensas na referida escola no dia de hoje.

Assim que tomou conhecimento do fato criminoso, a Polícia Civil de Amargosa iniciou as investigações, chegando a autoria do crime. Em seguida, os policiais civis se dirigiram até o Povoado de Patioba, zona rural desta Cidade, identificando os menores J. B. B. e E. J. S., ambos com 17 anos de idade, como sendo os autores do ato infracional.

Na residência dos menores foi apreendido o veículo utilizado para a prática do ato, uma espingarda de fabricação artesanal, dentre outros objetos. Por se tratar de menores de idade, o Delegado de Polícia Adilson Freitas, que comandou a ação, analisa a possibilidade de Representar pela Internação Provisória dos menores infratores, que se decretada, serão encaminhados a Comunidade de Atendimento Socioeducativa, (CASE), em Salvador.

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - O site que tem a cara da Bahia