Amargosa confirma mais um caso de Coronavirus na manhã desta segunda-feira (11)

Desde a chegada da pandemia do coronavírus no Brasil, a Secretaria De Saúde de Amargosa vem desenvolvendo ações para garantir a manutenção do bem-estar da população. Dentre as medidas, está a divulgação diária do boletim médico referente à doença, onde as informações são enviadas a todos de forma transparente, afim de garantir a conscientização.

Nesse final de semana, o município recebeu mais 2 resultado de exames referente aos pacientes suspeitos, destes, 1 caso foi descartado para a COVID-19:

Tratava-se de um homem de 70 anos que buscou o Hospital Municipal de Amargosa cursando com tosse, coriza e dificuldade de respirar e que apresentava doença cardíaca crônica.

Segundo informações dos profissionais de saúde, o primeiro caso de contágio local foi confirmado no município. A paciente é uma mulher de 34 anos que buscou o Hospital Municipal de Amargosa cursando com tosse, congestão nasal e relatou histórico de contato com pessoa testada positivo para COVID-19.

É importante salientar que todos os pacientes testados permanecem em isolamento e monitoramento realizado pelos profissionais de saúde.

Nesse momento, é necessário contar com a conscientização de toda a população e recomendar que redobrem os cuidados, tomando medidas de prevenção como as que seguem:

Lave sempre as mãos;
Tussa e espirre no braço ou no cotovelo;
Evite tocar no seu rosto;
Use álcool em gel;
Mantenha, ao menos, um metro de distância das pessoas, principalmente em filas de supermercado, bancos e lotéricas.

Neste momento, é fundamental deixar claro que o isolamento social é a ação mais recomendada pelas autoridades municipais. A quarentena é a forma mais eficaz de quebrar uma possível cadeia de transmissão do vírus. Caso precise sair, o uso da máscara para proteção é apresentado como medida obrigatória.

Para auxiliar no combate e garantir acesso imediato da população aos profissionais de saúde do município, também foi implantado o “Dúvidas Coronavírus”, onde as pessoas podem relatar sintomas e tirar dúvidas sobre a doença: (75) 98106-8932 ou (75) 98150-0901.

Fonte: DICOM/PMA

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Seriedade e Profissionalismo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com