Joe Biden toma posse como presidente dos Estados Unidos com apelo à ‘unidade’

O democrata Joe Biden foi empossado nesta quarta-feira, 20, como o 46º presidente dos Estados Unidos, e fez um apelo emocionado à “unidade” em uma cerimônia marcada pela pandemia e pela ausência de seu antecessor, Donald Trump, que deixou Washington horas antes com destino à Flórida.

“Hoje é um dia de história e de esperança”, disse Biden em seu discurso de posse, no qual fez um apelo à “unidade” do país e prometeu ser o presidente de todos os americanos.

Joe Biden, de 78 anos, prestou juramento ante o presidente da Suprema Corte, John Roberts, em uma cerimônia solene à frente do Capitólio, em Washington, DC.

“Chegamos tão longe, mas temos que ir ainda mais longe”, afirmou Biden, que disse restar muito a “curar” no país. Em sua fala, o político veterano afirmou que os Estados Unidos enfrentam “o surgimento do extremismo político, a supremacia branca, o terrorismo doméstico”, mas afirmou que estas ameaças serão derrotadas.

A cerimônia sem público recordou os 400 mil mortos pela pandemia no país com um conjunto de bandeiras americanas, plantadas na esplanada em frente ao Capitólio.

Biden quis, ainda, recordar as vítimas com um minuto de silêncio e advertiu, durante seu discurso, que os Estados Unidos enfrentam a fase mais “mortal” da pandemia.

A chegada ao poder de Biden marca, também, um dia histórico para os Estados Unidos, já que Kamala Harris foi empossada como a primeira mulher vice-presidente do país.

ausência de Trump na cerimônia foi uma quebra em 150 anos de tradição republicana, mas seu governo foi representado pelo vice-presidente em fim de mandato, Mike Pence.

A cerimônia, que já tinha sido reduzida pela pandemia, ficou marcada pela invasão do Capitólio em 6 de janeiro, que forçou uma mobilização de segurança sem precedentes em Washington, onde o tráfego foi interrompido em todo o centro da cidade e há milhares de efetivos da Guarda Nacional mobilizados.

Terrorismo doméstico

Em seu discurso de posse como presidente dos Estados Unidos, Biden prometeu que seu país derrotará o “terrorismo doméstico” e a ideologia supremacista branca.

Os Estados Unidos enfrentam “a ascensão do extremismo político, a supremacia branca, o terrorismo doméstico, que é algo que devemos enfrentar e que vamos derrotar”, disse Biden após tomar posse como 46º presidente dos Estados Unidos.

Fonte: A Tarde

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Seriedade e Profissionalismo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com