Dybala, Maldini, Durant… quem são os atletas com coronavírus

O esporte mundial entrou em pausa por causa da pandemia do novo coronavírus. Com cada vez mais casos confirmados a cada dia, a Covid-19 também teve contaminações em atletas, técnicos e dirigentes, nas mais variadas modalidades. Entre os infectados, estão Maldini, ídolo do Milan; Dybala, jogador da Juventus; e Durant, astro da NBA e, atualmente, no Brooklyn Nets. Confira esses e mais jogadores anunciados com a doença:

Paulo Dybala – Juventus

O atacante da Juventus confirmou, no último sábado (21), estar com o coronavírus. "Tanto eu quanto Oriana (esposa) demos positivo. Por sorte, nos encontramos em perfeito estado", disse o argentino, de 26 anos, que não apresentou sintomas. Ele é o terceiro atleta do time italiano a ser diagnosticado com a Covid-19. Dybala está em isolamento voluntário desde o dia 11 de março e segue monitorado por médicos.

AFP

O atacante da Juventus confirmou, no último sábado (21), estar com o coronavírus. “Tanto eu quanto Oriana (esposa) demos positivo. Por sorte, nos encontramos em perfeito estado”, disse o argentino, de 26 anos, que não apresentou sintomas. Ele é o terceiro atleta do time italiano a ser diagnosticado com a Covid-19. Dybala está em isolamento voluntário desde o dia 11 de março e segue monitorado por médicos.

Daniele Rugani – Juventus

Rugani, também da Juventus, foi o primeiro atleta do Campeonato Italiano a ser confirmado com o novo coronavírus. O anúncio foi feito pela Velha Senhora no dia 11 de março e dizia que o zagueiro, de 24 anos, não apresentava sintomas. "Quero tranquilizar todos aqueles que estão preocupados comigo, estou bem. Peço a todos que respeitem as regras, porque esse vírus não faz distinções! Vamos fazer isso por nós mesmos, por nossos entes queridos e por aqueles que nos rodeiam", postou Rugani,.

Emmanuel Dunand/AFP

Rugani, também da Juventus, foi o primeiro atleta do Campeonato Italiano a ser confirmado com o novo coronavírus. O anúncio foi feito pela Velha Senhora no dia 11 de março e dizia que o zagueiro, de 24 anos, não apresentava sintomas. “Quero tranquilizar todos aqueles que estão preocupados comigo, estou bem. Peço a todos que respeitem as regras, porque esse vírus não faz distinções! Vamos fazer isso por nós mesmos, por nossos entes queridos e por aqueles que nos rodeiam”, postou Rugani,.

Blaise Matuidi – Juventus

O meia, de 32 anos, foi o segundo atleta do elenco principal da Juventus a contrair o novo coronavírus. Assim como os companheiros de time, não apresentou sintomas. Campeão da Copa do Mundo de 2018, com a França, Matuidi estava em isolamento desde o dia 11 de março e foi confirmado com a Covid-19 no dia 17. Ele segue monitorado pelo clube italiano.

Shutterstock/Reprodução

O meia, de 32 anos, foi o segundo atleta do elenco principal da Juventus a contrair o novo coronavírus. Assim como os companheiros de time, não apresentou sintomas. Campeão da Copa do Mundo de 2018, com a França, Matuidi estava em isolamento desde o dia 11 de março e foi confirmado com a Covid-19 no dia 17. Ele segue monitorado pelo clube italiano.

Paolo e Daniel Maldini – Milan

O Milan confirmou que Paolo Maldini, ídolo e atual diretor técnico do clube, foi diagnosticado com o novo coronavírus. O resultado foi o mesmo do filho da lenda, Daniel, de 18 anos, que integra as categorias de base do rossoneri e, recentemente, fez sua estreia pelo time principal. Segundo a equipe, Maldini, de 51 anos, e Daniel estão em casa há duas semanas, isolados, e ambos apresentam bom estado de saúde.

AFP

O Milan confirmou que Paolo Maldini, ídolo e atual diretor técnico do clube, foi diagnosticado com o novo coronavírus. O resultado foi o mesmo do filho da lenda, Daniel, de 18 anos, que integra as categorias de base do rossoneri e, recentemente, fez sua estreia pelo time principal. Segundo a equipe, Maldini, de 51 anos, e Daniel estão em casa há duas semanas, isolados, e ambos apresentam bom estado de saúde.

Germán Pezzella – Fiorentina

Capitão da Fiorentina, o zagueiro, de 28 anos, foi um dos 10 casos positivos para a Covid-19 confirmados pelo time italiano. Além de Pezzella, que tem passagens pelo River Plate e Betis, também estão na lista os jogadores Patrick Cutrone e Dusan Vlahovic.

Divulgação

Capitão da Fiorentina, o zagueiro, de 28 anos, foi um dos 10 casos positivos para a Covid-19 confirmados pelo time italiano. Além de Pezzella, que tem passagens pelo River Plate e Betis, também estão na lista os jogadores Patrick Cutrone e Dusan Vlahovic.

Manolo Gabbiadini – Sampdoria

O atacante foi o primeiro do elenco da Sampdoria a ser confirmado com o novo coronavírus. Após o anúncio de que o jogador, de 28 anos, estava com a Covid-19, o clube também divulgou que o defensor  Omar Colley, os meio-campistas Albin Ekdal, Fabio Depaoli e Morten Thorsby e o atacante Antonino La Gumina tinham testado positivo.

Sampdoria/Divulgação

O atacante foi o primeiro do elenco da Sampdoria a ser confirmado com o novo coronavírus. Após o anúncio de que o jogador, de 28 anos, estava com a Covid-19, o clube também divulgou que o defensor Omar Colley, os meio-campistas Albin Ekdal, Fabio Depaoli e Morten Thorsby e o atacante Antonino La Gumina tinham testado positivo.

Mikel Arteta – Arsenal

O Arsenal confirmou, no último dia 12, que o técnico do clube, o espanhol Mikel Arteta, de 37 anos, tinha sido contaminado pelo novo coronavírus. Assim como todo o elenco e comissão, o treinador já estava isolado antes mesmo de receber o resultado positivo. Isso pois o time tinha enfrentado o Olympiacos, que teve seu presidente, Evangelos Marinakis, também infectado com a Covid-19.

Ian Kington/AFP

O Arsenal confirmou, no último dia 12, que o técnico do clube, o espanhol Mikel Arteta, de 37 anos, tinha sido contaminado pelo novo coronavírus. Assim como todo o elenco e comissão, o treinador já estava isolado antes mesmo de receber o resultado positivo. Isso pois o time tinha enfrentado o Olympiacos, que teve seu presidente, Evangelos Marinakis, também infectado com a Covid-19.

Fatih Terim – Galatasaray

O técnico do Galatasaray revelou nesta segunda-feira (23) estar com o novo coronavírus. "Estou em boas mãos no hospital. Não se preocupem. Volto a dar novas informações o mais rápido possível", escreveu Terim, de 66 anos, nas redes sociais. A liga turca, aliás, foi uma das últimas a serem paralisadas na Europa - isso só aconteceu na última sexta-feira (20).

Ozan Kose/AFP

O técnico do Galatasaray revelou nesta segunda-feira (23) estar com o novo coronavírus. “Estou em boas mãos no hospital. Não se preocupem. Volto a dar novas informações o mais rápido possível”, escreveu Terim, de 66 anos, nas redes sociais. A liga turca, aliás, foi uma das últimas a serem paralisadas na Europa – isso só aconteceu na última sexta-feira (20).

Callum Hudson-Odoi – Chelsea

O ponta, de 19 anos, apresentou sintomas semelhantes a um resfriado e entrou em isolamento voluntário. Após exames, foi confirmado, no dia 12 de março, o resultado positivo para o coronavírus.

AFP

O ponta, de 19 anos, apresentou sintomas semelhantes a um resfriado e entrou em isolamento voluntário. Após exames, foi confirmado, no dia 12 de março, o resultado positivo para o coronavírus.

Ezequiel Garay – Valencia

O zagueiro, de 33 anos, foi um dos vários jogadores do Valencia que testaram positivo para a Covid-19. Ao todo, o time espanhol anunciou que 35% do seu elenco estava contaminado pelo vírus - e indicou que a partida contra a Atalanta, em Milão, no dia 19 de fevereiro, pode ter sido o motivo para tantos casos. "Comecei 2020 com o pé esquerdo. Testei positivo para o coronavírus. Estou bem e, agora, resta apenas ouvir as autoridades de saúde. Atualmente, estou isolado", escreveu Garay, no último dia 15.

Juan Mabromata/AFP

O zagueiro, de 33 anos, foi um dos vários jogadores do Valencia que testaram positivo para a Covid-19. Ao todo, o time espanhol anunciou que 35% do seu elenco estava contaminado pelo vírus – e indicou que a partida contra a Atalanta, em Milão, no dia 19 de fevereiro, pode ter sido o motivo para tantos casos. “Comecei 2020 com o pé esquerdo. Testei positivo para o coronavírus. Estou bem e, agora, resta apenas ouvir as autoridades de saúde. Atualmente, estou isolado”, escreveu Garay, no último dia 15.

Lorenzo Sanz – Real Madrid

Presidente do Real Madrid entre 1995 e 2000, Lorenzo Sanz morreu no último sábado (21), em decorrência do novo coronavírus. Aos 76 anos, ele estava internado em estado grave na UTI de um hospital na capital espanhola. Um dos mais vitoriosos dirigentes da história do clube madrilenho, Sanz foi o responsável pela contratação de grandes estrelas do time, como o lateral brasileiro Roberto Carlos.

AFP

Presidente do Real Madrid entre 1995 e 2000, Lorenzo Sanz morreu no último sábado (21), em decorrência do novo coronavírus. Aos 76 anos, ele estava internado em estado grave na UTI de um hospital na capital espanhola. Um dos mais vitoriosos dirigentes da história do clube madrilenho, Sanz foi o responsável pela contratação de grandes estrelas do time, como o lateral brasileiro Roberto Carlos.

Romildo Bolzan, do Grêmio, e Marcelo Medeiros, do Internacional

Bolzan e Medeiros, presidentes do Grêmio e do Internacional, respectivamente, foram ambos diagnosticados com a Covid-19. O dirigente do tricolor tem 60 anos e recebeu o teste positivo no último domingo (22). Segundo o time, ele encontra-se "em bom estado de saúde" e já cumpre isolamento em casa. Já o mandatário colorado, de 59 anos, teve a confirmação para o coronavírus na sexta-feira (20). Ele também estava de quarentena em casa e, de acordo com o Inter, não apresentava mais sintomas. Os dois se encontraram no dia 11 de março, véspera do Gre-Nal, pela Libertadores.

Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Bolzan e Medeiros, presidentes do Grêmio e do Internacional, respectivamente, foram ambos diagnosticados com a Covid-19. O dirigente do tricolor tem 60 anos e recebeu o teste positivo no último domingo (22). Segundo o time, ele encontra-se “em bom estado de saúde” e já cumpre isolamento em casa. Já o mandatário colorado, de 59 anos, teve a confirmação para o coronavírus na sexta-feira (20). Ele também estava de quarentena em casa e, de acordo com o Inter, não apresentava mais sintomas. Os dois se encontraram no dia 11 de março, véspera do Gre-Nal, pela Libertadores.

Basquete

Maique Tavares – Paulistano

Pivô do Club Athletico Paulistano, time de basquete de São Paulo que disputa o NBB (Novo Basquete Brasil), Maique Tavares de Oliveira é o primeiro caso do novo coronavírus em um atleta profissional no país. O jogador apresentou os primeiros sintomas no dia 13 de março e, após passar por exames no Hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo, teve o diagnóstico de Covid-19 confirmado no dia 19.

NBB/Divulgação

Pivô do Club Athletico Paulistano, time de basquete de São Paulo que disputa o NBB (Novo Basquete Brasil), Maique Tavares de Oliveira é o primeiro caso do novo coronavírus em um atleta profissional no país. O jogador apresentou os primeiros sintomas no dia 13 de março e, após passar por exames no Hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo, teve o diagnóstico de Covid-19 confirmado no dia 19.

Kevin Durant – Brooklyn Nets (e outros da NBA)

A NBA tem muitos casos confirmados do novo coronavírus. Entre os atletas que tiveram seus nomes divulgados, estão:Kevin Durant, um dos grandes nomes da liga de basquete norte-americana. O jogador foi um dos quatro do Brooklyn Nets a testarem positivo para a Covid-19. O time não divulgou o nome dos infectados, mas Durant, de 31 anos, revelou que era um deles. O atleta estava afastado das quadras após romper o tendão de Aquiles do pé direito, em junho de 2019;Rudy Gobert, do Utah Jazz, de 27 anos, o primeiro jogador da NBA a testar positivo para o novo coronavírus. O resultado foi divulgado no dia 11 e, após isso, toda a temporada foi suspensa. Além dele, o colega de clube Donovan Mitchell, de 23 anos, foi confirmado com a Covid-19;Marcus Smart, do Boston Celtics. "Estou bem, estou bem. Não sinto nenhum dos sintomas", disse o armador, de 26 anos, em vídeo postado em suas redes sociais. Christian Wood, do Detroit Pistons. Ele enfrentou o Utah Jazz, de Gobert e Mitchell, no dia 7 de março.Há ainda outros casos confirmados no Los Angeles Lakers e Philadelphia 76ers, mas os clubes não divulgaram os nomes dos atletas.

Brooklyn Nets/Divulgação

A NBA tem muitos casos confirmados do novo coronavírus. Entre os atletas que tiveram seus nomes divulgados, estão:

Kevin Durant, um dos grandes nomes da liga de basquete norte-americana. O jogador foi um dos quatro do Brooklyn Nets a testarem positivo para a Covid-19. O time não divulgou o nome dos infectados, mas Durant, de 31 anos, revelou que era um deles. O atleta estava afastado das quadras após romper o tendão de Aquiles do pé direito, em junho de 2019;

Rudy Gobert, do Utah Jazz, de 27 anos, o primeiro jogador da NBA a testar positivo para o novo coronavírus. O resultado foi divulgado no dia 11 e, após isso, toda a temporada foi suspensa. Além dele, o colega de clube Donovan Mitchell, de 23 anos, foi confirmado com a Covid-19;

Marcus Smart, do Boston Celtics. “Estou bem, estou bem. Não sinto nenhum dos sintomas”, disse o armador, de 26 anos, em vídeo postado em suas redes sociais.

Christian Wood, do Detroit Pistons. Ele enfrentou o Utah Jazz, de Gobert e Mitchell, no dia 7 de março.

Há ainda outros casos confirmados no Los Angeles Lakers e Philadelphia 76ers, mas os clubes não divulgaram os nomes dos atletas.

Vôlei

Earvin Ngapeth – Zenit Kazan, da Rússia, e seleção francesa

Um dos maiores nomes do vôlei na atualidade, o ponteiro da seleção francesa e do Zenit Kazan, da Rússia, foi hospitalizado após apresentar sintomas de resfriado e ter recebido o diagnóstico para o novo coronavírus. "A pior parte já passou, eu passei três dias complicados, mas agora acabou. (...) Todos vocês, fiquem em casa. Isso não acontece apenas com as outras pessoas", escreveu o jogador, de 29 anos, na última quinta-feira (19), nas redes sociais.

Reprodução/Instagram

Um dos maiores nomes do vôlei na atualidade, o ponteiro da seleção francesa e do Zenit Kazan, da Rússia, foi hospitalizado após apresentar sintomas de resfriado e ter recebido o diagnóstico para o novo coronavírus. “A pior parte já passou, eu passei três dias complicados, mas agora acabou. (…) Todos vocês, fiquem em casa. Isso não acontece apenas com as outras pessoas”, escreveu o jogador, de 29 anos, na última quinta-feira (19), nas redes sociais.

Natação

Cameron van der Burgh – medalhista de ouro em Londres-2012

Dono da medalha de ouro na prova de 100m peito nas Olimpíadas de 2012, em Londres, o ex-nadador sul-africano Cameron van der Burgh anunciou neste domingo (22) que foi contaminado com o novo coronavírus há 14 dias. "De longe, o pior vírus que já enfrentei, apesar de ser um indivíduo saudável, com pulmões fortes (sem fumar/esporte), vivendo uma vida saudável e sendo jovem (ao menos, pelo risco demográfico). Apesar de os sintomas mais severos (febre extrema) terem melhorado, eu ainda estou lutando com séria fadiga e uma tosse residual que não consigo me livrar. Qualquer atividade física como andar me deixa exausto por horas. A perda de condicionamento físico tem sido imensa e eu só posso sentir pelos atletas que contraem Covid-19, eles vão sofrer uma grande perda do condicionamento atual nos próximos ciclos de treinos", escreveu Cameron, que se aposentou em 2018.

Shutterstock/Reprodução

Dono da medalha de ouro na prova de 100m peito nas Olimpíadas de 2012, em Londres, o ex-nadador sul-africano Cameron van der Burgh anunciou neste domingo (22) que foi contaminado com o novo coronavírus há 14 dias. “De longe, o pior vírus que já enfrentei, apesar de ser um indivíduo saudável, com pulmões fortes (sem fumar/esporte), vivendo uma vida saudável e sendo jovem (ao menos, pelo risco demográfico). Apesar de os sintomas mais severos (febre extrema) terem melhorado, eu ainda estou lutando com séria fadiga e uma tosse residual que não consigo me livrar. Qualquer atividade física como andar me deixa exausto por horas. A perda de condicionamento físico tem sido imensa e eu só posso sentir pelos atletas que contraem Covid-19, eles vão sofrer uma grande perda do condicionamento atual nos próximos ciclos de treinos”, escreveu Cameron, que se aposentou em 2018.

Futebol americano

Sean Payton – New Orleans Saints

O técnico do New Orleans Saints foi o primeiro caso da Covid-19 na NFL. Payton, que está no Saints desde 2006, foi campeão do Super Bowl na temporada de 2009/2010. "Tive a sorte de estar numa minoria, sem os efeitos colaterais graves que alguns estão tendo. Sou um sortudo. As pessoas mais jovens sentem que podem lidar com isso, mas podem passar para alguém que não pode lidar com isso. Então, nós todos precisamos fazer a nossa parte. É importante que cada um de nós faça a sua parte", disse o treinador, de 56 anos, à ESPN americana.

New Orleans Saints/Divulgação

O técnico do New Orleans Saints foi o primeiro caso da Covid-19 na NFL. Payton, que está no Saints desde 2006, foi campeão do Super Bowl na temporada de 2009/2010. “Tive a sorte de estar numa minoria, sem os efeitos colaterais graves que alguns estão tendo. Sou um sortudo. As pessoas mais jovens sentem que podem lidar com isso, mas podem passar para alguém que não pode lidar com isso. Então, nós todos precisamos fazer a nossa parte. É importante que cada um de nós faça a sua parte”, disse o treinador, de 56 anos, à ESPN americana.

Fonte: Correio 24h

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Seriedade e Profissionalismo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com