SAJ: Advogada quer ser primeira mulher eleita a prefeita em 140 anos de história

A advogada Lia Barroso, de 65 anos, que integrou a lista sêxtupla para o Quinto Constitucional em 2019 (veja aqui), é pré-candidata à prefeitura de Santo Antônio de Jesus, maior município do Recôncavo, pelo partido Solidariedade. Ainda em busca de alianças para romper a bipolarização entre Rogério Andrade (PSD) e Humberto Leite (DEM), ela garante que será a primeira mulher a encabeçar uma chapa para a disputa da administração municipal.

“Em razão do machismo, que não é pequeno no Brasil, provavelmente, possíveis aliados terão resistência que eu saia como cabeça de chapa. Mas, certamente, pelo fato de uma mulher nunca ter concorrido à prefeitura em 140 anos de emancipação política de Santo Antônio de Jesus, eu tenho uma carta na manga”, avalia a pré-candidata, em entrevista ao Bahia Notícias.

A advogada conta que a oposição está dividida e que cada partido lançou seu pré-candidato. Segundo ela, a tendência é que os oposicionistas formem alianças e essas candidaturas se afunilem. Mas Lia garante que não submeterá aos homens tradicionais da política local. “Eu não serei vice de nenhum dos pré-candidatos. Serei a primeira mulher candidata à prefeitura em Santo Antônio de Jesus”, afirmou.

Lia diz que, caso candidata e eleita, vai defender a equidade de gênero em SAJ. “Nosso trabalho será no sentido de equilibrar a questão de gênero, trabalhar contra a violência à mulher. Vou fazer toda uma campanha voltada para as mulheres. Mais de 55% da população é feminina. As mulheres votam nos homens e os homens estão nem aí para elas”, disse.

Perguntada acerca do embate entre o atual prefeito Rogério Andrade e o ex-gestor Humberto Leite, a advogada disse que os políticos já tiveram suas chances de contribuir e precisam dar oportunidade para novas caras também contribuírem com SAJ. “Há candidatos alternativos a eles dois. Humberto já foi prefeito, fez o que deveria fazer e não fez muita coisa também. É hora de dar espaço para outros. Rogério, dizem que está com a rejeição muito grande”, comentou.

“Eu jamais seria candidata duas vezes. Se me elegerem, serei candidata apenas uma vez. Acho a reeleição péssima, porque se trabalha visando ser reeleito. O administrador tem que trabalhar sem pensar nisso. Minha candidatura é independente, voltada para o novo. A minha futura e possível gestão será totalmente diferente dessas que estamos vendo por aí”, criticou a advogada, ainda comentando o embate entre Andrade e Leite.

Sobre a atual gestão, Lia Barroso criticou fortemente o combate à pandemia. “Houve falhas clamorosas na condução. [Rogério Andrade] fechou a cidade quando não tinha nenhum caso, debilitou o comércio, deixou muita gente desempregada. As barreiras não têm um protocolo eficiente. Faltam médicos, insumos básicos. Estou atenta à população, que reclama disso nos blogs, nos programas de rádio e nas ruas”, disse.

“Eu acho que Santo Antônio de Jesus tem um número de contaminados muito maior do que foi divulgado. A testagem aqui praticamente não existe. É insignificante”, palpitou a pré-candidata, que também criticou a educação “precária” do município e a “celeuma” com os ambulantes que não conseguem trabalhar na praça principal da cidade. “Faltou planejamento e diálogo”, comentou, responsabilizando tanto Andrade quanto Leite.

“Não vamos atacar ninguém, não ofenderemos ninguém. Eu quero trabalhar daqui em diante. Quero olhar para frente. Não ficarei com os olhos no retrovisor. Meu grupo todo está preparado, avisado e advertido, que não é para falar mal de ninguém. Na época certa, vamos apresentar as alternativas, o nosso projeto, fazer críticas construtivas, propor à sociedade de Santo Antônio de Jesus. Se a população não quiser, é da democracia”, finalizou.

Fonte: Bahia Noticias

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Seriedade e Profissionalismo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com