fbpx

05 pessoas são presas e R$ 300 mil são apreendidos pela PF no interior da Bahia

A Operação Metástase, deflagrada pela Polícia Federal nesta quinta-feira (19), visa desarticular um esquema de fraude em licitações e desvio de recursos públicos destinados à gestão do Hospital Regional de Juazeiro – HRJ. O balanço final da operação foram apreensões de mais de R$ 275 mil e US$ 1.400 (cerca de R$ 7,5 mil), apreensão de computadores, documentos e mídias. Além disso, foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva, um de prisão temporária e 15 de busca e apreensão.

Conforme apurado, a organização criminosa investigada, mediante fraudes em licitações públicas, passou a dominar a gestão de inúmeras unidades da rede estadual de saúde sob gestão indireta, por intermédio de diferentes Organizações Sociais de Saúde – OSS, que, todavia, são controladas por um mesmo grupo empresarial, quase sempre registradas em nome de “laranjas”.

De acordo com a Polícia Federal, essas instituições gestoras das unidades de saúde (OSS), então, passaram a contratar empresas de fachada ligadas ao mesmo grupo, de forma direcionada e com superfaturamento, por meio das quais os recursos públicos destinados à administração hospitalar eram escoados, sem que muitos dos serviços fossem efetivamente prestados ou os produtos fossem fornecidos. Boa parte dessas empresas são de consultoria, assessoria contábil e empresarial, comunicação social, além de escritórios de advocacia.

Fonte: Bnews

Compartilhe

Copyright © Recôncavo Notícias - Jornalismo com Seriedade e Profissionalismo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com